sábado, 18 de abril de 2009

Curiosidade: Hábitos e costumes nos países – como evitar mancadas

Tocar em alguém durante uma conversa

Na Coréia, Tailândia, China, Europa e Oriente Médio isto pode não agradar nem um pouco. Na Coréia, é pior: dar tapinhas nas costas de um desconhecido é simplesmente um comportamento anti-social. Enquanto isto, na Tailândia, onde a cabeça é sagrada, nem pense em encostar o dedo nesta área do corpo de outra pessoa, mesmo que se trate de uma criança. Em países orientais, até demonstrações públicas de afeto, mesmo que por um casal, são inaceitáveis. No Qatar e Arábia Saudita, onde homens sequer interagem com mulheres, tocar nelas em público nem pensar. Já em alguns países mediterrâneos, assim como ocorre no Brasil, se você não tocar de vez em quando no braço do interlocutor enquanto fala, ou não cumprimentar com abraços ou beijos, pode ser considerado um alienígena frio e insensível.

Uso da mão direita e esquerda

Muitas culturas, como a da Índia, Marrocos, África e Oriente Médio, dão preferência a comer com as mãos. Nestes casos, como a refeição é geralmente comunitária, após lavar bem as mãos, use apenas a mão direita para se alimentar, pois a esquerda serve para outras coisas. Até canhotos são obrigados a obedecer esta regra. Na travessa oferecida, só pegue a porção bem próxima a você. Colocar a mão no meio da comida é considerado grosseria e voracidade. A dica aqui é observar, e repetir o que as pessoas fazem enquanto comem.

Quando tirar as roupas é o melhor a fazer

Nos países escandinavos e Turquia é ofensivo vestir roupas de banho, shorts e camisetas, roupa de baixo ou qualquer peça do vestuário em saunas, salas de banho a vapor, ou outros lugares considerados de purificação ou reflexão. Ali, o mundo exterior, representado pelo vestuário, deve ficar do lado de fora. Na Escandinávia, famílias inteiras costumam freqüentar a sauna totalmente nuas. Uma boa maneira de contornar a situação é sentar sobre uma toalha dobrada, que serve para tapear e se enrolar nela se a situação ficar preta.

Colar de flores não é só enfeite

No Havaí, recusar ou tirar o colar de flores (chamado de lei) do pescoço na hora que é ofertado pega muito mal. É que os leis não são apenas bonitos enfeites florais que você recebe na hora que chega às ilhas ou vai a um luau, mas um símbolo secular de boas vindas, amizade e consideração.

Contato visual, vai encarar?

Na Coréia, Japão e Alemanha é ofensivo encarar o interlocutor, enquanto nos Estados Unidos, por exemplo, é sinal de consideração, atenção e honestidade. Quando brindar com amigos numa cervejaria alemã, é melhor cruzar os olhos para evitar sete anos de azar na cama, diz a superstição.

Beber álcool em grupo

A etiqueta da melhor forma de beber socialmente varia de cultura para cultura. Na Rússia, deixar de virar goela abaixo vodca de uma tragada pega muito mal. Na França ninguém completa um cálice de vinho sem oferecer mais aos companheiros de mesa. Na Coréia a mulher pode encher copos de bebida para os homens, mas jamais para outras mulheres. Lá, se alguém quiser mais, primeiro terá que esvaziar totalmente o copo. E em alguns países da América Latina, encher os copos com a mão esquerda dá azar.

Viaje Aqui

6 comentários:

visaoesentimento disse...

adoreiiiiiiii! :D

bruno disse...

queria habitos da eslovenia tenho um trabalho de escola mais procurei no google mais não achei eu so italiana aprendir portugues yes baby:D tchaizinhoooooooooooooooooooooooooooo

Rebeca disse...

gostei demas de saber desses habitos, estava pesquisando aki pra passar pros meus alunos (sou professora de ingles) e cai no seu blog..tbm tenho um se interessar...
http://www.escrevendopraviver.blogspot.com/
bye!!

Rodrigo Melo disse...

Mt bom , ta de parabéns me ajudou mts na minha pesquisa , galera entrem no meu blog ,obg

http://aumentaai.blogspot.com/

maria disse...

gostei dimais . cada dia mais a minha cultura geral aumenta . gostei mesmo

maria disse...

gostei imenso