quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

London Trip - Parte 01

Para ler escutando: "Just Dance - Lady Gaga feat. Colby O'Donis"

Do dia 10 de janeiro até a madrugada do dia 14. Foi o tempo que fiquei em Londres, a capital da Inglaterra! A sensação de estar naquela cidade é indescritível. Sim, eu pretendo voltar a visitá-la mais enquanto estiver aqui na Europa a fazer meu intercâmbio! Nossa, que cidade, digo não acho que Londres seja uma cidade, tenho a impressão de que seja outro mundo! É a cidade!

Só para informar, o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (nome oficial) é um Estado-nação, não um país. Fazem parte dele a Ilha da Grã-Bretanha – onde estão a Inglaterra, Gales, e a Escócia – e a Irlanda do Norte, situada no nordeste da vizinha ilha da Irlanda, que é independente e, orgulhosamente, republicana.

Umas 700 fotos. 1,5 gigabyte é o total, aproximadamente. Muitos lugares famosos. Urbanizada. Rica em cultura, tradicional, moderna e histórica. Muitas voltas nos ônibus vermelhos de dois andares. Ligação de uma cabine vermelha espalhada pela cidade (ok, uma tentativa de ligação). Umas cinco visitas ao Starbucks – chocolate quente muito gostoso numa tarde de inverno londrino. Ver os guardas – estátuas – do Palácio de Buckingham se mexer. Mais três canecas para a minha coleção! E muito mais que contarei a seguir.

Dia 10 de Janeiro: Faro – Londres

Wow, era o dia em que iria sair de Portugal e visitar um lugar que tanto havia sonhado em fazer. De sexta-feira para sábado eu pernoitei em Faro, na casa de uma trainee da AIESEC, a Luciana, ficamos conversando até tarde, e juntando minha ansiedade de amanhecer logo para viajar me fizeram ficar acordado um bom tempo. Ah, fora o frio que fazia, caramba!

Quando cheguei ao aeroporto de Faro, fui logo procurar no ecrã (tela) o vôo de Faro a Gatwick, um dos aeroportos de Londres para o qual eu iria e o mais longe da cidade também. Fui para a fila e fiquei a espera do guichê do check in abrir. A fila já estava com um número considerável de pessoas, mas depois de uns dez minutos ali comecei a reparar que estava tendo muita gente e que muitos haviam bagagens e eu só um uma mochila para quatro dias em Londres. Logo pensei, congelarei quando chegar. Em seguida me veio a mente a lembrança de que a companhia aérea era ágil na hora do check in por justamente vender passagens baratas e clientes ter apenas a sua bagagem de mão. Disse a pessoa que estava atrás de mim que aguardasse um momento que eu iria averiguar uma informação. Vocês já devem imaginar o que aconteceu né?! Estava na fila do check in errado, sem contar a companhia aérea né! =P Ansiedade me fez ir pra primeira fila que dizia Faro para Gatwick! Anda mais um bocado para ir fazer o check in no lugar correto e só havia três pessoas na minha frente, aí sim eu vi a agilidade! Depois fiz o que todos fazem nos aeroportos com áreas internacionais, fui para o free shop olhar as coisas e comparar preços, só pra ver que eu já paguei caro em algumas coisas ou dali pra frente se arrepender de não ter comprado o que queria no free shop! Enfim, tava indo pra Londres. Queria chegar logo!

Fui para a aeronave e sentei e o comandante disse que sairíamos uns minutos mais tarde por que iriam verificar uma parte no avião. Logo depois ele volta e diz que iríamos atrasar quase uma hora e meia por causa do mal tempo em Londres. Pensei: “será que é pedir demais para me levarem pra Londres logo, com chuva ou sem, se for neve melhor, pois aí conheço de uma vez!”. E esperei. Esperei. E esperei. Até que resolve adiantar alguns minutos mais cedo e levantar vôo. Depois de uns noventa minutos de vôo eu avisto pela janela montanhas todas coberta de neve. Foi fantástico. Penso eu que tenha sido na Espanha.

Quando saiu pelo portal de vôos internacionais deveria estar uma amiga minha me esperando, a Gizele. Mas naaaaaaaada. Só para aumentar a minha angustia. E é aqui que se aplica a Lei de Murphy. Meu telemóvel estava com bateria fraca, e então eu anotei o número dela. Só que devo ter errado, pois quem atendia era uma outra pessoa. E quando liguei meu telemóvel e consegui falar com ela a bateria morreu de vez e não havíamos dito nada de mais. Nem sabia onde estava ela. Fiquei uma hora e meia esperando. A ansiedade havia se tornado nervosismo e o se congelar era real, mesmo dentro do aeroporto. Lá fora estava tudo meio branquinho de árvores e plantas congeladas! Tão bonito!

Ok, depois de mais de um ano e meio sem nos vermos colocamos um pouco do assunto em dia. Do aeroporto fui direto para um salão para cortar cabelo, salão italiano! Em Londres, pelo menos um corte de cabelo diferente para entrar mais ainda no clima da cidade-mundo!

Nesta noite eu passeie e conheci lojas e tal e estava todo vislumbrado com a cidade! E quando parei para jantar é que senti a cansaço de poucas horas de sono e muitas horas de espera para chegar! O programa era descansar para curtir o próximo dia!

Dia 11 de Janeiro

Depois de um bom pequeno almoço, fomos ao tão famoso Hyde Park, caminhar a sentir o ar londrino, as cores vivas no parque, as pessoas curtindo a sua liberdade, a relaxar vendo os animais no parque, dar amendoim para esquilos e o melhor ver de perto um lago e chafariz congelado! É claro que eu não poderia ter deixado passar nenhuma gafe, quando vi o chafariz, na sua fonte havia um cisne bem próximo, logo pensei coitado, o cisne está tão próximo da água deve estar congelando e o chafariz está quase vazio, só havia água perto da fonte. Foi quando me aproximei para tirar uma fotografia bem próximo que eu quase caio, pois tinha escorregado, o chão estava coberto com uma fina camada de gelo, foi aí que reparei que no chafariz a água próxima da borda estava congelada, e a água corrente era apenas na fonte! Fiquei tão empolgado, tirei a foto do cisne e em seguida comecei a “patinar” no chão. Parei só quando – quase – caí!






Enfim, vamos andando, pois o Hyde Park é enorme! Neste parque há o Kensington Palace, que foi construído para William III e Mary II, hoje é um museu com uma coleção de Vestidos da Corte Inglesa e algumas coisas a mais. Apenas fui próximo do castelo não entrei para conferir seu conteúdo. Pois afinal o dia havia apenas começado.




Por uma das saídas do parque eu encontro uma cabine telefônica vermelha, e é claro que eu não poderia de parar na frente para tirar uma foto! Ha!


Logo depois de um pequeno lanche no Starbucks e mais uma caneca para a minha coleção, fomos comprar o bilhete para o Sightseeing City Tour Bus. Este é um tour pela cidade a volta daqueles ônibus de dois andares que neles nos dão um mapa, fones de ouvido. Quando sentamos temos que escolher o idioma e ao passar pelos locais vamos ouvindo a história. Podemos descer quantas vezes quisermos e depois é só aguardar pelo próximo ônibus na paragem e continuarmos a viagem! Fora que o bilhete tem duração de 48 horas! O preço que se paga vale a pena!


Paramos na London Eye, que é próxima do Big Ben. Infelizmente a London Eye estava fechada para limpeza por causa dos fogos de artifício da virada de ano! Enfim, isto já é motivo para visitar Londres novamente, não é não?!






Ao lado da London Eye, havia um Movie Museum, um museu com artigos de cinema. Confiram as fotos!




Voltamos para o ônibus e a nossa próxima parada foi o Buckingham Castle. (God save the Queen!) E muito mais fotos. Wow! Ver de perto – quer dizer próximo – os guardas “quebra-nozes” da rainha é de parar por uns momentos e fixar os olhos neles, simplesmente pelo fato de tentar vê-los se movendo. A rainha não estava lá, tinha ido para o seu outro castelo. Chato né?! Então, já era quase umas cinco da tarde, e como é inverno Londres começa a escurecer por volta das quatro e meia da tarde, e o frio sente-se muito mais! Minhas bochechas congelavam!





Aguardem a segunda parte da minha viagem à Londres!
Em breve!

4 comentários:

Erika disse...

Adorei!
Parecia que eu também estava lá!
Tô esperando as cenas do próximo capítulo!
Se cuida aí!
Beijão,

Kaká

Luciana Saraiva disse...

Adorei o post, mas quero MAIS informações, MAIS fotos, ok?
Fiquei muito brava que tu chamou a minha casa de "fria", não te recebo mais aqui em Faro, agora vai ter que dormir "na chón"! Ah, e ainda fica difamando minha casa por aí...ora, bolas! :P
Chapéu chique! Também quero cortar meu cabelo em Londres, me NEGO a cortar aqui em Faro, tava pensando em eu mesma cortar...

Thais disse...

Theozinho.. as fotos de Londres estão liiindas..
meu sonho conhecer esse lugar !!

Saudades meu querido..

beeeijos

Jana disse...

Amoreeeee, amei tudooooooooooo!

Saudades!!

:***************